Aproveite os clichês de NYC neste inverno

por: Tatiane Almeida
1 de Janeiro 2016

Nova-iorquinos e turistas se misturam nas ruas desse destino único, capaz de agradar em qualquer estação do ano. Os sortudos que visitarem a Big Apple durante o inverno, que acaba de chegar ao Hemisfério Norte, viverão uma experiência mais que especial. Essa é uma temporada daquelas, com ótimas exposições em cartaz, boa época para compras – para o que conseguirem esquecer a alta do dólar – e o charme das vitrines dessa estação. Além de poder visitar os pontos icônicos do local, um pouco antes, durante e depois da neve cair há atrações clichês, mas únicas de NYC e que devem ser experimentadas.

Sozinho, com a família ou acompanhado de amigos, o viajante entenderá porque a cidade ganhou fama mundial. Dos ícones turísticos até as peculiaridades de cada bairro, Nova York tem seu encanto para todos os perfis e as opções não deixam de existir por causa do frio e até ficam mais bonitas com ele. Pensando nisso, separamos informações para você curtir NY de maneira bem democrática, com arte, dicas de passeios e até festa.

Composta por cinco diferentes distritos, Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island, Nova York pode ser desbravada em poucos dias. A melhor maneira pode ser começar com uma caminhada, aproveitando para conhecer a vizinhança do hotel que escolheu. Pense também na possibilidade de comprar um bilhete do New York CityPass. Com ele em mãos vai garantir a visita naquelas atrações certeiras.

O New York CityPass dá acesso a visita ao MoMA – Metropolitan Museum of Art, ao 86 andar do Empire State Building e aos Museu de História Natural. Também há outras atrações, mas desta vez que você terá que eleger, por exemplo: entre o Top of The Rock e o Museu Guggenheim, entre a Estátua da Liberdade ou passeio com o Circle Line Sightseeing Cruise, e 09/11 Memorial Museum ou Intrepid Sea, Air & Space Museum.

Além de poupar o viajante de comprar ingresso separadamente em cada atração, o passe é uma boa pedida pela economia de tempo, já que em vários casos terá uma fila especial, como é caso do 09/11 Memorial Museum. Listamos algumas atrações, com suas peculiaridades e novidades do mês de dezembro em diante.

Para relembrar e celebrar

09/11 Memorial Museum – Os eventos ocorridos no 11 de setembro de 2001 marcaram a história dos Estados Unidos. Esse museu documenta e reúne diversos materiais associados à data, homenageando aqueles que morreram durante os ataques terroristas. No nível da fundação original está o espaço de exposição principal. No local estão expostas colunas originais do World Trade Center, colocadas novamente ali. Há também uma sala onde câmeras não são permitidas com objetos pessoias de diversas vítimas, algumas encontradas no pós-ataque e outras doadas por parentes. Informações: 911memorial org

One World Observatory – Para não esquecer nunca, uma das novidades da cidade é o One World Observatory localizado no One World Trade Center, na esquina da West com a Vesey Street. O local já recebeu mais de um milhão de visitantes e seu observatório está a nada menos do que a 381 metros de altura e conta com três andares. Até dia 05 de maio de 2016, ele abre de segunda a domingo das 09h00 às 20h00. Só fecha ao público no dia 11 de setembro. Informações: https://oneworldobservatory.com/pt-BR/

Festa no alto – Quem quiser celebrar o Réveillon no topo de Nova York pode comprar a entrada para a Inaugural New Year’s Eve Celebration que ocorrerá no One World, com a apresentação dos DJ Mick e DJ Kiss. O ingresso dá acesso aos andares 100º e 102º, onde serão servidos canapés e quatro horas de open bar. O valor do ingresso para essa grande noite custa US$ 500. Já para a visita normal o valor é de US$ 32 para adultos e US$ 26 crianças maiores de cinco anos. Informações: oneworldobservatory.com

Ano Novo Chinês – em Chinatown acontece a celebração do Ano Novo Chinês. Será festejado o Ano do Macaco. No dia 08 de fevereiro milhares de fogos de artifícios poderão ser vistos às 11h00 como uma forma de espantar os espíritos ruins. Depois disso, um festival cultural com danças e performances acontece no Sara D. Roosevelt Park. Já no dia 14 do mesmo mês, às 13h00, as festividades voltam com um desfile cheio de atrações, como a passagem de filhotes de dragão e leão, na esquina da Canal Na Mott Streets de Chinatown a Little Italy até o Sara D. Roosevelt Park. Tente um lugar entre as ruas Forsyth e Hester para ter as melhores vistas. Informações: www.nycgovparks.org/

Tem que ir

Estátua da Liberdade – Se comprou o CityPass e optou por visitar a Statue of Liberty  vá preparado para ver de perto o símbolo da liberdade do país. Aberta ao público em 1886, a estátua foi um presente dado pelo povo da França em comemoração ao centenário da Revolução Americana. O valor do ticket separado é de US$ 18 por adulto. Atente-se que a atração não abre no dia 25 de dezembro. Informações: nps.gov/stli

Top Of The Rock – Depois de conferir um dos topos mais conhecidos do mundo, veja de pertinho no Rocfeller Center a Christmas Tree Lighting. No mês de dezembro acontecem performances, apresentações musicais e outras manifestações artísticas no local.

Circle Line Sightseeing – Ficar exposto ao frio por algumas horas valerá à pena se for a bordo de um dos barcos do Circle Line Sigthseeing. Fazer um pequeno cruzeiro é garantia de vislumbrar uma Nova York de outro prisma. Na modalidade Liberty Cruise, que custa em torno de US$ 29 (adultos), há um momento que a embarcação para bem pertinho da ilha para que os passageiros admirem – e fotografem – a Estátua da Liberdade. Informações: www.circleline42.com.br/site/default.aspx

Central Park – O inverno representa a oportunidade de apreciar um parque mais bucólico e até a chance de ver o ícone da cidade coberto de neve. No lugar das cores do verão, ou do alaranjado do outono, dessa vez a foto mostrará uma paisagem branca. Se vai continuar caminhando, existe um pout-pourri de coisas para fazer: inclua uma visita ao Union Square Greenmarket, visita ao Madame Tussauds New York e saída à noite só para ver as luzes da Broadway mais brilhantes.

Times Square – A época de festas deixa essa avenida ainda mais vibrante com o Time Square Ball Drop. Vai passar pela sua cabeça todos os filmes que você já viu, sem contar as transmissões televisivas com a descida da grande bola e a contagem regressiva para entrada do próximo ano. Quem quiser enfrentar a multidão pode conferir a programação da New Year’s Eve Parties in Times Square no site oficial da Time Square http://www.timessquarenyc.org/events/new-years-eve/nye-parties/index.aspx.

Broadway – Matilda, Chicago, Aladdin, Rei Leão, Miss Saigon, Os Miseráveis ou Mamma Mia. Basta ver o calendário da cidade e escolher os musicais em cartaz na Broadway. Se visitar a cidade e não conseguir assistir algum espetáculo, não há dúvidas: terá que voltar. Informações: www.broadway.nyc.com

Empire State Buiding – Não importa se já foi ao One World Observatory e Top Of The Rock. Todas as maneiras de ver Nova York do alto são válidas. Sobretudo, se a vista de Manhattan será de 360 graus e logo num ícone nova-iorquino. Porque não? Com 102 andares, o prédio situado na intersecção da 5ª Avenida com a West 34th Street já foi considerado o mais alto do mundo. Informações: www.esbnyc.com

Radio City Christmas Spectacular  – Os visitantes podem ver as famosas Rockettes durante a temporada do Radio City Christmas Spectacular, que vai até 03 de janeiro. A produção conta com inúmeras danças, tecnologias incríveis e momentos inesquecíveis para todas as idades. Informações radiocitychristmas.com.

Tours diferentes

Cinema – Os visitantes podem passear pelos cenários icônicos dos cinemas por Manhattan em tours especiais do On Location Tours, como o Holiday Lights & Movie Sites. Os tours especiais e de Natal estão disponíveis até 1º de janeiro, com tour adicional aos sábados, às 17h30. Informações: onlocationtours.com.

Caminhando – Free Tours by Foot convida visitantes para o tour New York Holiday Lights Tour para aprender sobre as luzes e decorações de Midtown Manhattan, até 3 de janeiro. Dentre as paradas estão St. Patrick’s Cathedral, Lord and Taylor, Macy’s Herald Square e Rockefeller Center Christmas Tree. Informações: freetoursbyfoot.com

Apenas para olhar – Os visitantes podem participar de tours diários para ver as melhores e mais lindas vitrines e janelas de lojas e hotéis com a WindowsWear. O walking tour começa na Macy’s da Herald Square e vai até a 5ª Avenida, passando pelo Empire State Building, Bryant Park, Rockefeller Center, Central Park e outros locais. Informações: windowswear.com

Um pouco de cultura

The Metropolitan Museum of Art – No Metropolitan ou Met, os ingredientes para uma visita bem-sucedida são seu interesse pela arte e o tempo. Trata-se de um dos museus mais visitados do mundo e conhecido por abrigar coleções incríveis compostas por mais de 2 milhões de obras de arte. Assim como Louvre, de Paris, o Metropolitan também precisaria de vários dias para ser explorado. Aqui vai a dica do Viajar é Simples: vá mais cedo, dê uma boa olhada no folder onde há a descrição do que cada galeria apresenta. Não deixe de conferir a estátua de bronze de Diana, de Augustus Saint-Gauden. A obra está inserida na Body Language.

Obras de Van Gogh, Matisse e Edgar Degas (o preferido da repórter que escreve o texto), bem como as pinturas dos artistas holandeses Rembrandt, van Ruysdael e Hobbema também não podem ser ignoradas. Até 24 de janeiro, um dos destaques do Metropolitan é a exposição Ancient Egypt Transformed: The Middle Kingdom, na galeria 899. A mostra traz 230 objetos que remetem os visitantes a arte e a cultura daquele império. A entrada no Met custa US$ 25(adultos). Informações: www.metmuseum.org

American Museum of Natural History – Pertinho do Central Park, este museu é parada obrigatória. Logo na entrada, os visitantes dão de cara com esqueleto de um Barossauro, um dinossauro com mais de 27 metros, parte da coleção de fósseis do local. Não abre apenas no dia do Natal, tora isso, funciona diariamente das 10h00 às 17h45 da tarde. Informações: www.amnh.org

Guggenheim – Além de ser um ícone arquitetônico, o Museu Guggenheim é ao mesmo tempo um centro cultural, visto que promove palestras, performances e exibições de filmes periodicamente. Dedicado à arte do século 20, no Guggenheim você pode ver obras de renomados artistas, como Chagall, Kandinsky e Van Gogh.

Localizado em frente ao Lago Jaqueline Kennedy Onassis, no Central Park, entre a 5ª e 6ª Avenida, nesse final de ano museu abriga exposição Photo-Poetics: An Anthology apresenta mais de 70 obras de dez artistas: Claudia Angelmaier, Erica Baum, Anne Collier, Moyra Davey, Leslie Hewitt, Elad Lassry, Lisa Oppenheim, Erin Shirreff, Kathrin Sonntag, e Sara VanDerDeek. Informações: www.guggenheim.org

Ballet – O New York City Ballet fará apresentações do clássico natalino, O Quebra-Nozes, com suas fadas, soldados e flocos de neve, até 03 de janeiro. Para saber mais e comprar bilhetes, acesse nycballet.com.

Existe vida fora de Manhattan

Queens – Em sua 22ª temporada, o The New York Hall of Science apresenta Gingerbread Lane, a maior vila de bonecos de gengibre, com mais de mil casas em miniatura. Os visitantes caminham pela Peppermint Central Park, Gum Drop Row e Toffee Boulevard, e podem parar no carrossel de Coney Island, feito de gengibre. Os workshops também estão disponíveis até 09 de janeiro. Informações: nysci.org

Metropolitan Museum of Art – Visitar o MoMA, no Queens, é sem dúvida imprescindível e promete surpreender.  Para quem estará em NY nesse inverno há uma exposição que merece ser apreciada. Trata-se de uma rara oportunidade de conhecer o trabalho de Pablo Picasso. A mostra Picasso Sculpture, organizada pelo MoMA em parceria com o Musée national Picasso, de Paris, exibe parte das esculturas de Pablo Picasso de 1902 a 1964. Aberta até 07 de fevereiro de 2016, o ticket para exposição custa US$ 25.  Informações: www.moma.org

Brooklyn – E conhecer o distrito do Brooklyn? Depois de passar pela placa “Welcome to Brooklyn – Where New York City Begins!”, o viajante terá a sensação de que está descobrindo um novo capítulo da cidade após cruzar a Brooklyn Bridge. Esse distrito sedia, por exemplo, o Barclays Center, onde acontecem os eventos esportivos mais cobiçados da região e diversos shows. A programação de dezembro deste ano e janeiro de 2016 está agitada, com jogos entre New York Islanders vs. Florida Panthers, Brooklyn Nets vs. Minnesota Timberwolves, além de apresentações do DJ norueguês Kygo e da banda britânica de rock Muse. Numa arena como essa com certeza você se sentirá um nova-iorquino. Informações: www.barclayscenter.com

Prospect Heights – No bairro Prospect Heights, também no Brooklyn, é hora de passar por ruas arborizadas e fachadas originais e o famoso Prospect Park. Facilmente acessível pelas linhas 02, 03, 04, 05, B, D, N, Q e R do metrô, o Prospect Heights abriga o Brooklyn Museum, com sua coleção composta por mais de 1,5 milhão de objetos, desde obras-primas do Antigo Egito até arte contemporânea e arte de diversas outras culturas, e o Brooklyn Botanic Garden, que conta com 40 mil espécies de plantas do mundo todo. Os visitantes podem apreciar a arquitetura da Brooklyn Public Library ou aproveitar um dos 1,5 milhão de livros e revistas disponíveis.

Comprar e comer

Frio e compras, prepare-se – Cachecol, toucas, luvas, hidratantes e sapatos com solado de borracha nas malas. Se não tiver algum desses itens, compre lá. Se esquecer de algo, é provável que tenha que gastar para ficar quentinho. Dessa maneira, buscar nomes como Century 21 Department Store, H&M e TJ Maxx é boa pedida. Nada impede de dar um pulo nas famosas Macy’s, Bloomingdale’s, Saks e Barney’s.

Doce nova-iorquino – Bolos lindos, cupcakes e cookies. Já que o assunto é gastar, pare frente à vitrine da Magnolia Bakery e se dê um pequeno luxo. Deguste pelo menos uma delícia da doceria. Com a chegada das festas de fim de ano, a loja aproveita para decorar com símbolos como quebra-nozes e bonecos de neve. Uma das filiais fica bem próxima ao Rockefeller Center, na Avenue of the Americas com a 49th Street. Informações: www.magnoliabakery.com

NYC Restaurant Week – Todos os anos a NYC Restaurant Week acontece em dois períodos e um deles é o inverno. De 18 de janeiro a 05 de fevereiro acontece a primeira do ano. Serão 372 restaurantes renomados participantes nos cinco distritos da cidade. As refeições têm menu completa: entrada, almoço e sobremesa. Para o almoço o preço fixo é de US$ 25 e para o jantar de US$ 38.

Serviço

O que você precisa saber sobre Nova York:

Língua: Inglês
Moeda: Dólar norte-americano
Aeroportos: Os principais são o LaGuardia Airport (LGA), Newark Liberty International Airport (EWR) e John F. Kennedy International Airport (JFK).

Sites úteis
Nova York: NYC & Company: nycgo.com
Metrô: mta.info ou tripplanner.mta.info
Táxis: nyc.gov/taxi
Trem: Amtrak amtrak.com
CityPass: CityPass.com

Onde ficar

Row New York
No Row New York os hóspedes entram no clima agitado de NY assim que chegam, pois a identidade cosmopolita do hotel está nas paredes, decoração dos quartos e até no som dos ambientes. Diárias a partir de US$ 199,99
Endereço:  700 8TH Avenue, New York, NY 10036
Informações: http://rownyc.com/

The Hotel @ Times Square
No The Hotel @ Times Square, empreendimento da Apple Core Hotels localizado na Little Brazil, o nome já sinaliza sua proximidade com uma grande referência da Big Apple. Ponto positivo para o café da manhã, onde o próprio hóspede se serve de pães, frutas, café e sucos, e seu bar na cobertura aberto das 15h00 às 19h00 todos os dias. Diárias a partir de US$ 109,99 dólares com café da manhã incluso (baixa temporada).
Endereço: 59 West 46th Street, New York, NY 10036
Informações: www.pplecorehotels.com/the-hotel-at-times-square/

*A repórter esteve em Nova York com apoio do CityPass New York e dos hotéis Row New York e The Hotel @ Times Square

ENVIAR COMENTÁRIO

0 Comentários