Pierfrancesco Vago, presidente executivo da MSC Cruzeiros e Laurent Casting, gerente geral do Chantiers de l'Atlantique - Crédito: Divulgação

Navio MSC Europa tem cerimônia de corte do primeiro aço e nomeação

por: Redação
1 de novembro 2019

O primeiro navio MSC da geração World Class, o MSC Europa, começa a ser construído na França, no estaleiro Chantiers de l’Atlantique. Para marcar o momento, foi realizada cerimônia do corte do primeiro aço e de nomeação.

O MSC Europa é o primeiro dos cinco navios de cruzeiro movidos a Gás Natural Liquefeito (GNL) encomendados, e o primeiro navio movido a GNL a ser construído na França. “A cada novo navio, elevamos o nível do desempenho ambiental e nosso objetivo final é realizar operações com zero emissões. O MSC Grandiosa nos move a outro passo significativo nessa genuína ambição”, disse Pierfrancesco Vago, presidente executivo da MSC Cruzeiros.

Com 205.700 toneladas, o MSC Europa, movido a GNL, entrará em serviço em maio de 2022 e é o primeiro de quatro navios futuristas World Class a serem construídos no estaleiro francês, com entregas programadas para 2024, 2025 e 2027. Além disso, um navio da geração Meraviglia-Plus também será movido a GNL quando o navio entrar em serviço em 2023.

Atualmente, o MSC Grandiosa, que será inaugurado em 09 de novembro, é o navio da MSC Cruzeiros mais avançado em termos ambientais no mar. Ele estáequipado com tecnologias avançadas de ponta, concebidas para garantir emissões atmosféricas sempre mais limpas e melhor desempenho ambiental geral, tanto em alto-mar quanto em terra.

A MSC Cruzeiros está investindo € 5 bilhões na construção de cinco navios movidos a GNL. Comparado ao diesel marítimo padrão, o GNL reduz as emissões de óxido de enxofre em mais de 99% e as emissões de óxido de nitrogênio em até 85%.

Tags: cruzeiros , MSC Europa ,

ENVIAR COMENTÁRIO

0 Comentários