Dê uma fugidinha para São Pedro (SP)

por: Sylvia Barreto
20 de junho 2011

Entre montanhas e planícies, surge uma cidade ao pé da Serra do Itaqueri, a pequena São Pedro. A apenas 180 quilômetros de São Paulo, a cidade tem atraído turistas por suas belezas naturais e também pelos esportes radicais. Se a natureza deu a São Pedro rios, cachoeiras, zonas montanhosas e até florestas, o homem aproveitou essas características e colocou no local diversos atrativos turísticos para quem quiser se aventurar.
Passar pelo menos um final de semana em São Pedro é revigorante. E hospedagem é o que não vai faltar. São 3.000 lugares divididos entre hotéis e pousadas que vão dos mais simples até os mais luxuosos. A aventura fica por conta de atividades como tirolesa, trilhas off-road, parapente e até voos de balão. A gastronomia também não pode deixar de ser mencionada, mesmo porque depois de tanta coisa para fazer, a fome vai chegar, mas não se preocupe a comida de lá é simples e muito saborosa.

Um final de semana em São Pedro
Quem mora em São Paulo ou em outras cidades próximas a São Pedro, tem o local como refúgio ideal para um final de semana, pelo menos.  Mas, no sábado pela manhã, antes de se aventurar, pode começar o dia visitando a Feira do Produtor Rural, que fica na Praça Santa Cruz. Por volta das 07h00 da manhã todas as barraquinhas já estão nesse espaço coberto e ficam até às 12h00. Os produtos vendidos são feitos ou cultivados pelos próprios vendedores, os pequenos produtores rurais da região. Nada tem agrotóxicos.
Logo ao entrar na feira, uma barraca que chama a atenção é a de um casal de japoneses, a Cecília e o Mario. Juntos, eles fazem delícias como yakissoba, tempurá, sushi, Califórnia e outros pratos da culinária do Japão e vendem tudo fresquinho em bandejas com data de validade. O preço de cada uma fica em torno de R$ 8. Além das verduras, frutas e legumes nas outras barraquinhas, bolo de milho, pamonha, curau, queijos e salames podem ser encontrados.
Ainda na cidade, vale uma visita ao Museu Gustavo Teixeira (rua Joaquim Teixeira de Toledo, 524). Além de contar a história de São Pedro, o museu relata a vida do poeta Gustavo Teixeirra, que é de uma das famílias que deu origem ao município. A vida dele é, no mínimo, interessante. Ele foi abandonado por duas mulheres, criou uma filha sozinho, lançou dois livros e morreu pobre dois meses antes de tomar posse na Academia Paulista de Letras.
São Pedro também é conhecida por seu bordado ponto e cruz pela e a tradição em artesanato. Os interessados têm dois pontos nos quais podem encontrar variedades desses produtos. Uma é na Feira de Artes e Artesanato de São Pedro, que fica na Pça Gustavo Teixeira e funciona aos sábados, domingos e feriados das 09h00 às 16h00. Nesse local, o visitante pode comprar os famosos bordados, bijuterias e outros artigos. Além disso, a feira comercializa o doce de jaracatiá, que é uma fruta típica da região, e o xarope de Caraguatá que, dizem pela cidade, cura qualquer tipo de problema respiratório.
Outra opção de passeio com compra de artesanato é o Parque Maria Angélica Manfrinato, na Av. Imigrantes. Além dos belo lago, parque para crianças e pedalinho, o local abriga uma loja da Art´s Trama, que é uma associação de artesãos. Para vender, são produtos feitos por 22 profissionais e até 22 técnicas diferentes em artigos como almofadas, enfeites e acessórios.

A hora da aventura
Para aqueles que querem pouca ou muita aventura, São Pedro também é o local certo e um final de semana permite fazer pelo menos três atividades. E todas as que envolvem emoção na cidade estão ligadas à natureza. Para começar, visite uma bela cachoeira e entre bem embaixo de sua queda. A cinco quilômetros do centro, pela Estrada Municipal Sítio Rancho Fundo, estão as Cachoeiras da Furna. O local é uma depressão em meio às montanhas. De lá, é possível ver as pessoas que voam de parapente.
Por falar nisso, qualquer pessoa pode voar de parapente. Isso mesmo, basta subir até a serra em direção ao bairro Santo Antônio e irá encontrar, no topo, a rampa de voo livre. No local, nos finais de semana, os profissionais no esporte estão por ali voando, como gostam de dizer. E também há uma empresa, a Barlaventosul que, além de dar aulas, também disponibiliza instrutores para fazerem voos duplos com quem não sabe manejar o parapente sozinho. A vista é simplesmente linda. A cidade é observada do alto e tudo que você irá precisar num voo duplo é de vento e correr um pouco para que o parapente suba. Assim que sair do chão, o instrutor controla a situação e serão 40 minutos para ver São Pedro do céu. O valor? R$ 120 por pessoa. Quem quiser agendar pode ligar para (19) 8155 1710. O site da empresa é www.barlaventosul.com.br
Outro jeito de conhecer São Pedro do alto é fazer um passeio de balão. Ele pode atingir até 300 metros de altura e a jornada dura aproximadamente uma hora. O pacote é completo, a equipe busca no hotel, há café da manhã e brinde com champanhe. Simplesmente imperdível.
Se preferir aventuras em terras firme, ou não tão firme, jipes podem te levar por trilhas off-road de São Pedro. Uma opção de rota é ir pelos caminhos fora da estrada convencional até chegar ao Cruzeiro do Facão ou à Pedra Branca, dois locais com lindas paisagens de montanha e vale. Para chegar, muita adrenalina no sobe e desce dos caminhos e para atravessar riachos. Se não tiver um carro apropriados para esse tipo de aventura, em São Pedro há uma empresa especializada que leva os interessados em seus veículos preparados e com motorista experiente, é o caso da Galera Ecoturismo (www.galeraecoturismo.com.br). É só agendar seu passeio emocionante pelos telefones: (19) 3481 5863 e (19) 8852 8210.
Os fãs de tirolesa também não vai se decepcionar em São Pedro. Há duas opções bem interessantes. Uma é no Mirante das Águas, Cachoeira Saltão (Rod. Ulysses Guimarães, Km 23). A queda d´água da Saltão tem 75 metros de altura e no complexo do Mirante há mais duas outras, a Ferradura e a Monjolinho. Para entrar, é cobrada uma taxa de R$ 10 e o visitante pode escolher fazer três diferentes tirolesas que passam pelas cachoeiras. Uma tem 1300 metros e custa R$ 40, outra tem 800 metros e o valor é de R$ 25 e a de 250 metros custa R$ 10.
Outro local de aventura é o Rancho da Tirolesa, no km 2,5 da Rodovia Ulysses Guimarães. Com altura de 250 metros e extensão de 400 metros, a tirolesa do local custa R$ 15. Quem preferir voltar para o ponto de partida a cavalo, paga R$25. Durante as férias, o local ficará aberto de quarta a domingo e terá parede de escalada.

*Leia mais sobre aventura em São Pedro no blog da Viajar é Simples. Clique aqui

*Veja vídeo de voo de parapente. Basta clicar aqui

Cachaça ou cerveja?
A região na qual está inserida São Pedro, é famosa pela produção de cana, e consequentemente, de cachaça. Os interessados podem visitar o local no qual é produzida a Cachaça da Diretoria, bem no alto da serra, na Rodovia  Ulysses Guimarães, a 1100 metros de altitude. Ali se encontram poços artesianos com 350 metros de profundidade de onde é retirada a água usada na produção da bebida. A cachaça é bidestilada e envelhecida em carvalho.
Outra bebida fabricada em São Pedro mesmo é a cerveja. A cervejaria Halb Zehn fabrica na cidade cervejas artesanais desde 2009. São produzidas a pilsen e a red (de cor avermelhada). O dono do negócio, Claudio Gimenez, conta que as fontes da região têm águas muito boas para a fabricação da bebida. As cervejas de Claudio são produzidas com apenas quatro ingredientes seguindo a tradição da Lei da Pureza datada de 1516 na Alemanha. Quem quiser provar, pode experimentar a bebida no local ou então comprar os barris para levar. O litro mais caro sai por R$ 6,50. Em breve, haverá a opção de comprar em garrafas. O site da cervejaria é www.halbzehn.com.br.

*Leia mais sobre gastronomia e cerveja em São Pedro no blog da Viajar é Simples. Clique aqui

Serviço

Informações Turísticas

Secretaria de Turismo
Informações: (19) 3483 2608

Como chegar
De carro: pela Anhanguera-Bandeirantes até Americana e Rodovia Luís Queirós (SP-304)
De ônibus: Pela Piracicabana. Os ônibus partem do Terminal Rodoviário Tietê. Informações: www.piracicabana.com.br e (11)  2221 8711

Onde comer

Auguri
Um restaurante eclético que serve desde peixes até pato. É comandado pelo chef Donizete Silva que esteve comandou cozinhas de grandes hotéis de Brasília (DF). Uma boa pedida é o Badejo com molho de uva e camarão que sai por R$ 32 o prato. Há, ainda, opções de risoto. O de carne seca com abóbora custa R$ 18. No almoço, abre de terça a domingo e o sistema é self service e custa R$ 13 homem e R$ 10 mulher. Abre para o jantar de quinta até sábado com pratos a la carte. Às quintas-feiras há o festival de parmeggiana com peixe, frango e filé com valores a partir de R$ 25 para duas pessoas.
Endereço: R. Veríssimo Prado, 1301 Informações: (19) 3481 3637

Restaurante Mirante do Cristo
Localizado no Parque do Cristo, o restaurante serve petiscos a la carte e também almoço no sistema self service. Os pratos são sempre variados e aos domingos há festival de massas. Na baixa temporada abre aos sábados domingos e feriados e em julho abrir a partir de quinta a domingo. O valor da refeição com sobremesa inclusa é de R$ 29.90 por pessoa.
Informações: www.parquedocristo.com.br e (19) 3483 4482

Onde ficar

Pousada Cachoeiras da Furna
Localizado a cinco quilômetros do centro da cidade, a Pousada Cachoeiras da Furna é ideal para quem procura um refúgio em meio à natureza. O local é bucólico e com vista para a Cachoeira da Furna. Para o lazer, três piscinas, spa, cavalgadas, trilhas e arborismo. Destaque para o restaurante da pousada com comida caseira. A própria dona, a Elisabete, comanda a cozinha e prepara pratos como frango caipira, torresmo e bolinho de mandioca, é imperdível. Almoço ou jantar custa R$ 24 por pessoa com sobremesa inclusa. O fim de semana (sábado e domingo) para casal custa R$ 200 e uma criança de até seis anos no mesmo quarto que os adultos é grátis.
Informações: www.cachoeirasdafurna.com.br e (19) 3481 1114 e (19) 3483 2432

Spa Jardim da Serra
Relaxar e melhorar a saúde. Essa é a proposta do Spa Jardim da Serra, que tem programas de relaxamento e emagrecimento, tudo acompanhado por nutricionistas e educadores físicos. O espaço no alto da serra tem linda vista de São Pedro e cidades vizinhas. Com 20 apartamentos, acomoda até 52 pessoas em quartos que cabem até três hóspedes. Possui pista de caminhada de 500 metros, academia, piscinas e centro de relaxamento com banheiras. Há ainda, tratamentos corporais e faciais oferecidos. Quem não procura emagrecimento entra na dieta de 1.800 calorias e pode pedir mais comida durante as refeições. Quem quer emagrecer, irá ser encaixado pelos profissionais em dietas de 600, 800, 1000 ou 1200 calorias, dependendo do objetivo. Durante o dia, o hotel oferece aulas na academia e caminhadas dentro e fora de suas dependências.
O spa tem diárias a partir de R$ 176 para julho por pessoa em apartamento triplo e inclui todas as refeições.
Informações: www.spajardimdaserra.com.br e (19) 3483 7418

Hotel Fazenda São João
O hotel era realmente uma fazenda. Com o passar dos anos, o empreendimento foi transformado e passou a receber hóspedes. Atualmente, são 113 apartamentos, a maioria com varanda e rede e que acomodam um casal com filhos. Lazer é o que não falta, piscinas para adultos e crianças, playground, área da paintball, quadras, passeios de cavalo e de trenzinho. As diárias incluem todas as refeições. Quando é feriado, há almoços temáticos, como na área de churrasqueira por exemplo. Para as férias de julho, tarifa a partir de R$ 450 o casal com cortesia para até duas crianças de 0 a 12 anos no mesmo apartamento dos pais. A partir de sete diárias, o pacote pode ser dividido em até 10 vezes sem juros nos cartões de crédito.
Informações: www.hotelfazendasaojoao.com.br e (19) 3483 9000

Passeios

Vitur
A agência de turismo receptivo Vitur oferece diversas opções de passeios por São Pedro. Um deles é a opção Tour dos Mirantes, que visita a fábrica da Cachaça da Diretoria, que é bidestilada, pelo Rancho da Tirolesa e também pelo Parque do Cristo e custa R$ 40 por pessoa com traslado desde o hotel. Outra opção é o passeio de balão que sai R$ 270 por cliente e, além do voo e transporte, inclui café da manhã e brinde com champagne.
A Vitur também tem serviço de busca em São Paulo para grupos em local marcado ou nos aeroportos da capital. O carro com capacidade para seis pessoas fica por R$ 350 o trecho de ida ou volta.
Informações: www.vitur.com.br e (19) 3483 36 00 e (19) 3482 2800

*A jornalista viajou convidada pela Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo (Aprecesp) e a Secretaria de Turismo da Estância Turística de São Pedro


Fatal error: Call to undefined function get_gallery() in /home/storage/e/78/3e/viajaresimples/public_html/wp-content/themes/viajar_simples/single-news.php on line 69