Desbrave as praias e outras joias de Natal

por: Tatiane Almeida
1 de Fevereiro 2016

Levando a fama da cidade que faz sol o ano inteiro, a capital do Rio Grande do Norte é um destino para amar. E como sempre o ano novo começa no Brasil com um verão todo para se curtir, o Viajar é Simples achou que estava na hora de mostrar o que Natal tem de melhor.

Conhecida por seu mar azul, piscinas naturais, trilhas e dunas, o destino também é composto por ótima rede hoteleira e atrações culturais, como o Forte dos Reis Magos e Casa de Câmera Cascudo, espaço que abriga coleções e documentos daquele que foi historiador, antropólogo, advogado e jornalista brasileiro. Câmara Cascudo deixou uma extensa obra, tais como o Dicionário do Folclore Brasileiro, Alma Patrícia e Contos tradicionais do Brasil.

Logo ao desembarcar no Aeroporto Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, um anúncio avisa o visitante que a cidade recebeu o título de ar mais puro das Américas, após estudo feito pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, a pedido da NASA. Essa será apenas uma das informações superlativas que terá do destino, afinal todo potiguar adora falar bem de seu Estado e, estando na capital, sem dúvida os elogios estão garantidos.

Por onde começar?

Para começar as andanças por Natal tem que conhecer o cartão-postal do destino: a praia de Ponta Negra, que é a cara da cidade do sol. De lá é possível tomar seu primeiro banho de mar e avistar o Morro do Careca, que, atualmente, está fechado para visitação. Depois, passear pela orla – cerca de 4 quilômetros – para sentir o clima e a movimentação do local parece boa pedida.

A grande sacada de diversão é conhecer o litoral norte, mais precisamente o Parque das Dunas a partir de um bugue. Basta buscar bugueiros credenciados e ter a certeza que as manobras pelas dunas serão seguras. Esses profissionais levam os viajantes a conhecerem cada canto. Os passeios comuns incluem no roteiro as praias de Redinha, Santa Rita, Barra do Rio, Graçandu, as dunas de Genipabu, Pitangui e Jacumã.

Nesse passeio há uma parada para suspirar, um cenário de deserto com um pequeno oásis: a lagoa de Genipabu. Se o viajante for ao local de bugue, com certeza aproveitará essa parada para saborear água de coco, comprada ali mesmo, ou até se aventurar num passeio com o dromedário. Por R$ 50 é possível dar uma volta de 15 minutos nesses animais importados.

Na Lagoa de Pitangui, a aproximadamente 15 quilômetros das dunas, outro lugar para apreciar a natureza. Para que os visitantes possam se refrescar há a possibilidade de desfrutar da estrutura do Bar da Lagoa, inserido em meio às dunas mesmo, bem às margens da Lagoa Pitangui. O estabelecimento serve de tudo, pratos à base de peixes, camarão, filé bovino, carne de sol, massas e saladas.

Para os que curtem uma emoção, na lagoa de Jacumã é possível fazer tirolesa e esquibunda. Se vale a pena se refrescar descendo por uma cadeira até um delicioso mergulho? Sim, além do frio na barriga, todos os que se atiram na água saem sorridentes.

O passeio por Redinha é obrigatório. É nesse local que ocorre o encontro das águas do rio Potengi com o mar. Nome que provém de uma vila em Portugal, esse bairro carrega muita história e tem casas no estilo mais rústico. Isso não é à toa, o bairro já foi colônia de pescadores. Durante a II Guerra Mundial serviu de acampamento para a tropa de combatentes brasileiros.

História, praias e dunas e também há poesia para aqueles de coração aberto. Basta parar e observar os pequenos detalhes no caminho de uma praia à outra. Seja nos tons de azul do mar ou arte executada com precisão da senhora de mais de setenta anos. Dona Maria Rita vende suas rendas de bilro a partir de R$ 15, como um pano de bandeja, caminhos de mesa e toalhas.

Maior cajueiro do mundo

Na entrada da atração um copinho com o suco de caju para refrescar.  E é aí que o viajante vai se dar conta que está na sombra da copa do maior cajueiro do mundo, bem em Natal, mais especificamente em Piranji do Norte. O título está registrado no Guiness Book, com seus 8.400 m² e crescendo.

Trata-se de uma anomalia que provocou o crescimento desordenado da árvore e seus frutos. Na época de frutos, todos os visitantes podem consumir a fruta. O ingresso para conhecer essa árvore gigantesca custa R$ 2.  A qualquer momento pode solicitar um guia para saber mais sobre o cajueiro. Também é possível observar a árvore de cima por meio de um mirante. A vista é incrível, além da copa se vê o mar superazul ao fundo.

Redescoberta

A menos de 50 quilômetros de Natal está a cidade de Nísia Floresta. Antes chamada de Papari, ela recebeu esse nome em homenagem à educadora, poetisa e escritora Dionísia Gonçalves Pinto, conhecida por ser a primeira feminista do Brasil, publicando diversos artigos sobre o tema, além do livro “Direitos das mulheres e injustiça dos homens”.

Nísia Floresta faleceu em 1885, aos 75 anos, na França. Os viajantes que passam pela rodovia RN-063, que dá acesso as praias de Pipa, pode visitar o túmulo da feminista, que foram trazidos ao Brasil quase 70 anos depois, em 1954. Embora pareça mórbido, se o passeio a Pipa for acompanhado por um guia a citação a escritora é certa.

Pipa é pura emoção

Pipa é um capítulo à parte da visita a esse ponto do Rio Grande do Norte. O famoso vilarejo pede um dia para ser aproveitado. Distante duas horas da capital potiguar, o local conta com falésias, onde parte da Mata Atlântica ainda está preservada.

Nas praias de Madeiro e Baia dos Golfinhos você vai testemunhar o que a natureza tem de melhor. Na Madeiro há um teste de resistência. Primeiro, não se sente nada ao descer a mais de uma centena de degraus. Já na volta, depois de banhar-se, comer e talvez beber uma cerveja gelada, o desafio é subir. Haja fôlego e equilíbrio, bem como cautela para não escorregar com a areia que fica depositada na madeira. Por outro lado, avistar um golfinho pulando nas águas vai compensar tal esforço.

O pôr do sol no Caxangá, restaurante beira mar em Pipa, é o mais cobiçado.  Isso porque, além da localização estratégica, o local deixa tocar em alto e bom tom a música Primavera do compositor Antonio Vivaldi.

Sabor do nordeste em casa

Se quiser levar o sabor de Natal para casa, o Viajar é Simples te diz como: dê uma passadinha no Mercado de Ponta Negra. São muitos produtos a granel, que vão desde farinha de mandioca simples, frutas cristalizadas, até castanhas, quenga doce (doce de coco queimado coberto de açúcar escrito com a letra K no Mercado de Ponta Negra), paçoca de carne de sol, pimentas, cocadas tradicionais, cajuada, goiabada, manteiga de garrafa.

Depois de pagar, basta avisar que está viajando de avião que os funcionários colocam os produtos em embalagens adequadas. No caso de garrafas são colocadas fitas adesivas para assegurar que a tampa não saia e papelão nas extremidades para que o recipiente não quebre.

Serviço

Site oficial
Portal do Turismo de Natal
turismo.natal.rn.gov.br/

Onde comer

Naf-Naf –  Jacumã

Aapresenta um cardápio com muitos frutos do mar, mas também o sagrado arroz com feijão. No bufê, aquele grande toque de mar, onde se encontra camarão alho e óleo, peixes preparados com cebola, grelhados, refogados ou fritos.
Informações: Rua Vereador Luiz Andi, 166 / (84)3228 2228 e 9917 8992
restaurantenafnaf.com.br

Lampião – Pipa

Aberto diariamente para almoço, o restaurante Lampião é um espaço com comida self-service bem no centro de Pipa. Bacalhaus à Gomes de Sá, à Bráz e à Lampião, arroz de polvo, caldeirada de peixe, berinjela com mel, bolinhos de bacalhau, rissóis de peixe, arroz de carne de sol, costela nordestina e pratos com camarão, como bobó de camarão, camarão no côco ou na abóbora são algumas das opções oferecidas no restaurante.
Informações: Rua Baía dos Golfinhos, 223 / (84) 3246 2343
www.restaurantelampiao.com.br

Moqueca Capixaba – Natal

Localizado na Avenida Governador Sílvio Pedrosa, serve claro, a moqueca capixaba, prato preparado com azeite de oliva e temperos naturais, servido numa panela de barro.
Informações: Avenida Governador Sílvio Pedroza, 266 / Telefone: (84) 3202 9673

Pinga fogo – Natal

Aberto em 1973, o restaurante é um dos mais tradicionais da cidade. Tem dois endereços em Natal. Os pratos são servidos em bufê e há uma grande variedade de comida regional, porém, a variação é uma das grandes sacadas da casa, já que os clientes podem optar adicionar o self-service de comida japonesa em suas refeições.
Informações:
Ponta Negra – Av. Engenheiro Roberto Freire, 8956 / (84) 3236-3507
Lagoa Nova – Av. Miguel de Castro 1329 / (84) 3231 1977
restaurantepingafogo.com.br

Mangai

Nascido em João Pessoa como uma pequena bodega de Dona Párea, o Mangai cresceu, saiu da Paraíba e se instalou em um endereço do bairro de Lagoa Nova, além de abrir duas unidades em Brasília. È um dos melhores endereços para quem quer comer a boa comida nordestina, com estrelas como o Suvaco de Cobra, Goroba de Charque, Baião de Doía, Paçoca (salgada, feita com carne-de-sol), Bolinho de Macaxeira e a sobremesa Cartola, dentre outros.
Informações: Av. Amintas Barros, 3300 / (84) 3206 3344
mangai.com.br

Camarões Restaurante

O Rio Grande do Norte sempre disputa com o Ceará o posto de maior produtor de camarão de cativeiro do Brasil. Portanto, se você gosta desse alimento, não pode deixar de sair do Estado sem prová-lo. Em Natal, o Camarões é bem popular e um paraíso para os amantes de frutos do mar. Começou há mais de duas décadas e hoje conta com quatro endereços na cidade. O mais antigo é o Camarões Restaurante, em Ponta Negra, que abre todos os dias para almoço e jantar, mas chegue cedo, as filas são longas.
Informações: Av. Engenheiro Roberto Freire, 2610 / (84) 3209 2424
www.camaroes.com.br

Onde ficar

Ocean Palace Beach Resort & Bungalows

Com 315 acomodações com camas king size, o Ocean Palace Beach Resort & Bungalows está localizado na Via Costeira, na praia de Ponta Negra, numa área com mais de 30 mil m² à beira da praia.  O complexo conta, ainda, com jacuzi, academia, piscinas, quadra de tênis, business Center e kids club.

Se for para falar de um item do hotel, vale comentar sobre os cinco restaurantes que fazem parte da estrutura. No café da manhã, além de espumante, todos os outros prazeres nordestinos estão à disposição, como frutas tropicais, a tapioca recheada com ovos, embutidos ou leite condensado, bem como o cuscuz, a macaxeira cozida e a carne seca desfiada para comer com o que quiser como pães, farofa ou pura. Considerando a segunda quinzena de janeiro, o valor da acomodação categoria superior frente dunas sai a partir R$ 640 por noite.
Informações: www.oceanpalace.com.br

Serhs Natal Grand Hotel

O Serhs Natal Grand Hotel situa-se entre as praias de Ponta Negra e Areia Preta, na Via Costeira de Natal, a 38 quilômetros do Aeroporto Internacional Aluízio Alves. O hotel tem acomodações para todos os gostos, com vista mar e com varanda, outros perfeitos para famílias com até quatro pessoas ou para o público business e o destaque fica para sua suíte presidencial, com andar privativo, vista espetacular do mar e ampla varanda onde estão instaladas jacuzzi e piscina.

Os hóspedes têm à disposição diferentes locais para as refeições. Entre eles está o Tapiro Grill, especializado em carnes nobres, o Marenostrum com peixes e mariscos, e o Potiguar, que dispõe dos serviços de café da manhã e jantar e capacidade para receber até 400 pessoas, contando com área interna e externa. O valor do apartamento luxo com vista para o mar para a segunda quinzena de janeiro sai a partir de R$ 634 por noite, com café da manhã.
Informações: www.serhsnatal.com

Quem leva

Os pacotes da Azul Viagens incluem passagens de avião ida e volta hotel com café da manhã e roteiros com city tour. As saídas ocorrem de São Paulo (Aeroporto de Guarulhos) e do interior paulista, como Campinas, Bauru, Marília e Presidente Prudente.

Há saídas disponíveis a partir de janeiro com preço a partir de R$ 1540. Os pacotes podem ser pagos em até dez parcelas, sem juros, ou por meio de pontos do programa TudoAzul.

Confira as saídas para janeiro e fevereiro:

Saída de Viracopos 23/01/2016
Preço: A partir de R$1540 ou 10x R$154
Hotel: Aram Residence Praia Hotel
Inclui: passagem aérea ida e volta, sete noites com café da manhã e traslado aeroporto/hotel/aeroporto com city tour e com litoral sul.

Saída de Ribeirão Preto 16/01/2016
Preço: A partir de R$2531 ou 10x R$253,10
Hotel: Yak Hotel
Inclui: passagem aérea ida e volta, sete noites com café da manhã e traslado aeroporto/hotel/aeroporto com city tour e com litoral sul.

Saída de Guarulhos 13/02/2016
Preço: A partir de R$1925 ou 10x R$192,50
Hotel: Vip Praia Hotel
Inclui: passagem aérea ida e volt, sete noites com café da manhã e traslado aeroporto/hotel/aeroporto com city tour e com litoral sul.

Saída de Ribeirão Preto 20/02/2016
Preço: A partir de R$2065 ou 10x R$206,50
Hotel: Safari Hotel
Inclui:Passagem aérea ida e volta, sete noites com café da manhã • Traslado aeroporto/hotel/aeroporto com city tour e com litoral sul.

Saída de Viracopos 06/02/2016
Preço: A partir de R$1971 ou 10x R$197,10
Hotel: Porto Suítes Natal Hotel
Inclui: passagem aérea ida e volta, sete noites com café da manhã e traslado aeroporto/hotel/aeroporto com city tour e com litoral sul.

Saída de Presidente Prudente 06/02/2016
Preço: A partir de R$2348 ou 10x R$234,80
Hotel: Hotel Areia de Ouro
Inclui: passagem aérea ida e volta, sete noites com café da manhã e traslado aeroporto/hotel/aeroporto com city tour e com litoral sul.

Azul Viagens
www.azulviagens.com.br

* A jornalista viajou a convite da Azul Linhas Aéreas e Azul Viagens

ENVIAR COMENTÁRIO

0 Comentários