GEDSC DIGITAL CAMERA

O paraíso fica em Punta Cana

por: Sylvia Barreto
16 de Fevereiro 2012

Passar protetor solar talvez seja sua única preocupação na próxima viagem. Pode ser que escolher entre uma praia maravilhosa e outra tome, ainda, alguns dos seus momentos de relaxamento. Em Punta Cana, na República Dominicana, as chateações não entram. O mar com tons de verde e azul faz qualquer um esquecer os problemas. No seu hotel, comida e bebida (as alcoólicas inclusive) à vontade, já que a maioria dos resorts locais trabalha com sistema all inclusive.
O clima caribenho começa já no aeroporto. Ao invés de uma construção comum, ele é feito de imensas choupanas, como aquelas de praia, mas imensas.  Ao chegar no hotel, não se assuste, ele provavelmente será enorme e você irá precisar de algo muito importante: um mapa. As propriedades são grandes e com muitas atrações, é comum um resort ter mais de dez restaurantes, por isso, é bom se localizar. Mas não se preocupe, para conhecer tudo, eles disponibilizam carrinhos elétricos, aqueles usados em campos de golfe.
Prepare-se para conhecer o seu quarto, é bem provável que ele tenha uma enorme banheira com hidromassagem. Elas são bem comuns nos resorts em Punta Cana e bem apreciadas pelos casais em lua de mel. Aliás, tem gente que se casa nos resorts mesmo e faz a cerimônia na beira da praia. É difícil passar uma semana por lá sem ver um casamento acontecendo.
Punta Cana é o local perfeito para descansar e ver lindas paisagens. Se você não quer badalação, um resort com muitas atividades será o suficiente, talvez você nem saia de dentro dele. Se quer fazer muitos passeios, praias não faltam. Se prefere curtir a noite, cassinos e baladas são as opções. Embarque conosco e descubra as delícias da cidade.

Conhecendo o país e seus habitantes
Um destino não é feito só por suas belezas naturais, mas também pela sua gente. A República Dominicana fica em uma ilha na qual ela dividi com o Haiti. Como no país vizinho não há muitos empregos, a imigração é percebida facilmente. Mas tanto os dominicanos como os haitianos são festivos. Nos hotéis, os funcionários estão sempre sorrindo e são solícitos. Um estrangeiro comenta “eles não são assim por normas do resort, são simpáticos mesmo, é um povo alegre”.
Além de alegres e simpáticos, os republicanos e dominicanos falam inglês muito bem, apesar do idioma oficial da República Dominica ser o espanhol. Alguns deles arriscam o português, mas se você souber inglês, não terá nenhum problema. Em muitos hotéis há cardápios e informativos na língua portuguesa.
A capital do país é Santo Domingo de Guzmán, fundada em 1496. Apesar de sua beleza histórica e natural, a queridinha dos brasileiros é mesmo Punta Cana. Mas não é só porque a cidade lembra o paraíso, os voos diretos de diversas capitais do Brasil e o grande número de resorts ajudam na hora da escolha.

Entre o Atlântico e o Mar do Caribe
Em Punta Cana o Oceano Atlântico encontra o Mar do Caribe. É um namoro perfeito que desenha praias de areais brancas, algumas com um pouco mais de ondas, quando com grande interferência do oceano, outras mais calmas e com águas transparentes, quando reina o Caribe.
Muitos resorts de Punta Cana ficam na Praia de Bávaro. Nesse local, a água da praia, vista de longe, é azul claro e bem marcante. Os hotéis costumam ter todo o serviço ao longo da orla, com choupanas e até colchões macios. Ali mesmo você já vai achar que encontrou o paraíso.
Os resorts costumam oferecer algumas atividades gratuitas na praia, como velejar ou fazer observação de peixes com snorkel. Além disso, há outras que podem ser pagas a parte. Nas areias há, ainda, empresas com quiosques com diversas opções de passeios, desde simples navegações até os mais ousados, como parasailing (pára-quedas puxado por barco.

Golfinhos, arraias e tubarões
Além dos muitos peixinhos facilmente vistos com snorkel no mar ou em mergulhos com cilindro, você poderá ver outros animais. Punta Cana tem diversas opções de passeios no qual as empresas te buscam no hotel e te leva para locais nos quais poderá verá golfinhos, arraias e até nadas com tubarões, isso mesmo.
Os golfinhos são os preferidos dos brasileiros. Em Punta Cana, há algumas opções para nadar com esses animais, como os parques Dolphin Explorer ou Manatí Park. Esses dois mencionados têm uma diferença entre si. No primeiro deles o turista é levado para grandes espaços demarcados no mar, quase como tanques, nos quais vivem os cetáceos. Na segunda opção, é um parque mesmo com piscinas. Os valores variam de acordo com o tempo que o visitante quer nadar com os animais. Em ambos, nada sairá por menos de US$ 115.
Se além dos simpáticos golfinhos ainda quiser conhecer outros animais, vamos dizer, menos carismáticos, tente uma ida ao Marinarium. No local há também imensos tanques no mar no qual vivem arraias e tubarões, mas fiquei tranqüilo, é uma espécie sem dentes. Uma vez agendada a visita, o Marinarium busca os clientes no hotel. Para ver os animais é preciso tomar um barco até os tanques.
O barco do Marinarium é bem agitado, tem dois andares, música e frutas frescas. Os turistas recebem máscaras de snorkel e pés de pato. Pouco a pouco os visitantes entram no tanque para conhecer as arraias. A primeira coisa a fazer é pegar uma delas no colo para a foto (cobrada à parte). Depois disso, há um tempinho para nadar com elas. Logo em seguida, é a vez de ver os tubarões, mas com esses nada de colo. Eles medem em torno de 1,20 metro, vão de um lado para o outro e sinceramente, nem ligam se você está por lá ou não, aliás, nadam como se ninguém estivesse por ali. Portanto, além de não terem dentes, não vão querer te atacar.
Após a confraternização com os animais, é hora de ir para a praia de Cabeza de Toro. No caminho, os instrutores do barco fazem e servem o chamado “cocoloko”, uma mistura de rum, coco e açúcar. Ao chegar à praia, a água é parada, nada de ondas, uma verdadeira piscina. É possível ver os pés no fundo do mar. Os garçons do barco conseguem levar cerveja na bandeja para os turistas. Uma horinha para curtir um pedaço do Caribe que parece o paraíso com vista para a areia e os coqueiros. Na volta até o Marinarium, mais música para animar.
Veja vídeo das arraias e dos tubarões

O luxo de Cap Cana
A dez minutos do Aeroporto de Punta Cana, um pedaço ainda mais luxuoso e exclusivo da cidade. Trata-se de Cap Cana, um empreendimento de 120 milhôes de metros quadrados com campos de golfe, mansões, marina, hotéis e apartamentos. Famosos como Shakira e Oscar de la Renta foram um dos primeiros a comprar casas de veraneio por lá.
A marina por si só é um charme, ela foi completamente projetada e é cercada por apartamentos e hotéis de alto padrão. Tem 87 espaços para atracar iates de até 250 pés. Para os amantes do golfe, o campo Punta Espada leva a assinatura de Jack Nicklaus. A praia é a Juanillo, uma das mais bonitas de Punta Cana, com suas águas verdes e as ondas que estouram nas pedras. Para usufruir o local o bom mesmo é se hospedar por lá, não há passeios para a região.

Do merengue para a bachata
Os dominicanos gostam de dançar. A alegria do povo se traduz em passos de dança. Nas boates de Punta Cana, o agitado merengue se mistura com a bachata, gênero musical mais lento que lembra o bolero-son cubano. A salsa também nas falta nas animadas noites caribenhas. Na cidade, é comum que os resorts tenham suas discotecas, porém, elas são uma verdadeira surpresa. Há dias que ficam cheias e em outros, não há quase ninguém.
Um hotel que tem balada internacional aberta ao público é o Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana. A Oro Nightclub, do mesmo grupo responsável pela casa noturna Liv, em Miami, foi aberta há pouco mais de três meses e tem festas com dj´s renomados mundialmente.
Fora de hotéis, a inusitada Imagine. Ao chegar ao estacionamento, fachada de castelo medieval. Por dentro, um caverna, isso mesmo, uma caverna autêntica com todas (ou quase todas?) todas suas estalagmites e estalactites. O visitante é recebido por pessoas vestidas de diabo e a decoração foi planejada para lembrar as profundezas da terra, ou o próprio inferno. O local perde um pouco do clima abafado de uma caverna pelo ar condicionado forte em todos os ambientes. Nas pistas toca de tudo um pouco. É possível optar pelo sistema de open bar na entrada.

Do rum a mamajuana
Bebida alcoólica é o que não falta em Punta Cana. Ainda mais que na maioria dos hotéis ela está inclusa. A cerveja dominicana presente em todos os lugares é uma da garrafinha verde, a Presidente. Ela é leve e bem aceita pelos brasileiros que a provam. Quem prefere algo mais forte, com certeza irá aprovar o rum, uma das bebidas típicas do país. Além disso, ele está presente na piña colada, misturado com abacaxi, e que faz muito sucesso por lá e vai bem geladinho à beira do mar.
Mas, quem viaja para República Dominicana, não pode deixar de provar a Mamajuana. É uma bebida feita de rum branco, raízes, canela e mel. Ela é tomada como tequila, porém, é mais espessa, já que vai mel em sua fórmula e é também mais “quente”. Por cerca de U$ 20 é possível comprar uma garrafa para trazer ao Brasil. Dizem por lá que a Mamajuana é afrodisíaca. Provem e tirem suas conclusões.

Dicas
A moeda corrente é o Peso Dominicano (RD$), porém, o dólar americano é aceito facilmente
Ao chegar ao aeroporto já deixe US$ 10 separados. Os visitantes precisam adquirir o chamado Cartão Turista ao entrar no país.
A temperatura média anual é de 25ºC a 31ºC. Portanto, vai ser bem difícil passar frio por lá.

A Fabi foi e gostouFabiana Coronato, de São Paulo, conta como foi sua experiência de uma semana em Punta Cana
Conhecer o Caribe acho que é o sonho de muita gente, o lugar é incrível. Fui para Punta Cana, na República Dominicana com uma amiga em outubro de 2011. As praias são divinas, o mar é de um azul tão lindo que jamais imaginei que existia.
O hotel em que fiquei, o Paradisus Punta Cana é um resort maravilhoso, com sistema all inclusive, incluindo bebidas alcoólicas, não alcoólicas e todas as refeições. Lá tinha tudo, muitos restaurantes, cassino, spa, balada, não precisava nem sair do local para se divertir.
Um passeio que fiz, e que vale muito a pena, é ir ao Marinarium, fazer snorkel com arraias e tubarões. Inclusive dá pra tirar foto segurando a arraia, e os tubarões, por não possuir dentes, também não oferecem perigo nenhum para o turista. É uma delícia nadar e ver os corais, peixes e os tubarões passando super pertinho da gente.
Todos os dominicanos são extremamente simpáticos e adoram os brasileiros. Fazem a gente se sentir muito bem lá.
Conheci também o Hotel Hard Rock Café, que na minha opinião é o mais badalado, com quiosques de pipoca cachorro quente e algodão doce pelos corredores do hotel. E o cassino também, é o melhor, enorme, com muitas máquinas, inclusive ganhei US$ 50 na máquina de caça níqueis.
Ah, e quem for, não pode deixar de experimentar a bebida típica deles, Mamajuana, é feita com rum, mel e algumas ervas. É um pouco forte, e toma como tequila, uma delícia. Foi uma viagem que valeu muito a pena. Aconselho a todos conhecer esse lugar maravilhoso!

Veja o making of viagem da repórter para Punta Cana, clique aqui

Serviço

Informaçõeswww.godominicanrepublic.com/rd/

Como chegar

Copa Airlines
A Copa faz voos para Punta Cana via Panamá com saídas de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Recife (PE) e Manaus (AM). Os brasileiros aproveitam para fazer compras na conexão no Panamá, que tem um dos melhores freeshops do mundo. O valor médio de passagens ida e volta para março com saída de Porto Alegre, por exemplo, fica R$ 1808 com taxas.
Informações: www.copaair.com

Gol
Você poderá sair do Brasil para Punta Cana voando Gol às segundas, terças, quartas, sextas e sábados. Os voos operados pela marca Varig partem do Rio de Janeiro e São Paulo. Para março, o valor médio de passagens ida e volta com saída de São Paulo fica em R$ 2.140.
Informações: www.voegol.com.br

Hospedagem

Paradisus Punta Cana
Na Playa de Bávaro, perto do centrinho da cidade, fica o luxuoso Paradisus Punta Cana. O hotel conta com 12 restaurantes de diferentes tipos de cozinha, como mediterrânea, japonesa ou chinesa. Ele trabalha com sistema all inclusive, ou seja, todas as comidas e bebidas (alcoólicas e não alcoólicas) estão inclusas. Para o lazer, piscinas, área reservada na praia, spa, cassino, discoteca e bares. É perfeito para casais em lua-de-mel e famílias.
Para os amantes do golfe, até o final deste ano, haverá um motivo a mais para se hospedar no hotel. No ato da reserva, todos os hóspedes ganharão green fee para o campo de golfe do resort, o Cocotal Golf y Country Club. O campo foi projetado pelo campeão espanhol José Pepe Gancedo e respeita o desenho do terreno com árvores, lagos e montes com variados níveis de dificuldade. Ao todo, são 27 buracos e estrutura completa para aluguel de equipamento, carrinhos, bar, restaurante, vestiários, cofre, etc.
O resort ainda oferece apartamentos e serviços ainda mais exclusivos para quem optar hospedagem no The Reserve ou Royal Service. O The Reseve é um hotel boutique dentro do resort com restaurante, piscina, área na praia e serviços diferenciados. O Royal Service é um espaço de acomodações também com serviços e áreas especiais e que só recebe hóspedes acima de 18 anos.
Para março, o resort tem diárias a partir de US$ 339 para o casal na Deluxe View Garden Suíte Jr, ou, no The Reserve a partir de US$ 432 o casal na One Bedroom Suíte. Essas diárias são válidas no pacote de uma semana. Algumas atividades aquáticas, como observação de peixes com snorkel e passeio de barco estão inclusas.
Informações: www.paradisus-puntacana.com

Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana
Logo na entrada, a decoração é uma enorme guitarra. Nove restaurantes, quatro bares, quatro cafeterias, sorveteria, carrinho de algodão doce, cachorro-quente e bebidas pelos corredores. Tudo à vontade. Muita animação, 15 piscinas e uma construção que lembra os grandes hotéis de Las Vegas, porém, com uma linda praia em frente. São, ao todo, 1787 acomodações.
Para os que gostam de jogos de azar, o cassino do hotel é um dos maiores de todo o Caribe. São 450 máquinas caça-níquel e 41 mesas de aposta, dentre outras atrações. Para dançar, a boate Oro com dj´s famosos em todo o mundo. Ao contrário de outros resorts em Punta Cana no qual há muitos casais em lua-de-mel, esse é o point dos solteiros já que a animação é constante.
Para curtir todo esse luxo com comidas e bebidas inclusas, há diárias a partir de US$ 254 por pessoa em apartamento duplo no mês de março.
Informações: www.hardrockhotelpuntacana.com

Bávaro Princess
Dez restaurantes, mais de 700 apartamentos, piscinas e bares à beira da praia. Assim é o Bávaro Princess, que conta, ainda, com um grande cassino e discoteca, os mais animados da Playa de Bávaro. O hotel tem um clima de descontração. A piscina principal fica em frente à praia. O resort costuma fazer alguns almoços temáticos ao longo da semana, como churrasco e comidas japonesas na areia. Para março, a acomodação dupla no pacote de uma semana custa US$ 316 a diária.
Informações: http://www.princess-hotels.com/hotels-punta-cana-hotel-bavaro-princess-all-suites-resort-spa-casino-5-stars.htm

Pacotes

Nascimento
A operadora Nascimento tem pacotes de sete noites para Punta Cana com saídas do Aeroporto de Confins (MG) voando Copa. Inclui, além das passagens aéreas, hospedagem e, hotel all inclusive, traslados de chegada e saída e seguro viagem. Para saídas de 01 de março até 23 de maio, valores a partir de US$ 1413 por pessoa.
Informações: www.nascimento.com.br

CVC
A CVC tem pacotes com saída de São Paulo voando Gol com sete noites de hospedagem. A opção mais econômica de resort all inclusive que a operadora oferece para maio é o  Ifa Villas Bávaro Beach Resort & Spa.  Ele conta com 652 apartamentos, decorados no mais típico estilo dominicano. A área social tem restaurantes, bares, cyber café, piscina, quadras de tênis, além de diversas atividades e equipe de animação. A partir de R$ 2.763 por pessoa para saídas em maio.
Informações: www.cvc.com.br

* A repórter viajou a convite do hotel Paradisus Punta Cana e com apoio do Ministério de Turismo da República Dominicana

ENVIAR COMENTÁRIO

0 Comentários