Um dos trens da Volta ao Mundo da Trains & Tours: Rocky Mountaineer - Crédito: Divulgação

Veja como dar a volta ao mundo de trem

por: Sylvia Barreto
2 de Fevereiro 2018

Quem nunca pensou em dar a volta ao mundo? Para realizar o sonho de muitos viajantes, a empresa Trains & Tours planejou um itinerário especial para que esse desejo seja realizado com muito requinte, conforto e sobre trilhos. Claro, tem uma ajudinha de outros meios de transporte, como avião e até barco, mas a proposta operadora é que a maior parte do trajeto seja feita em trens de luxo.
Em 2017, a operadora fez seu primeiro roteiro da Volta ao Mundo de Trem. Porém, todo o itinerário será diferente em 2018. No total, 21 mil quilômetros serão percorridos sobre trilhos em seis trens. O roteiro terá 28 dias passando por três continentes e 17 cidades. Ano passado, 12 pessoas foram na viagem, que conta com guia falando português, em todo o trajeto. Para 2018, o grupo deve ter, no máximo, 20 passageiros. “Queremos dar atenção personalizada a todos, em excursões muito grandes, isso não seria possível”, explica Pablo Bernhard, CEO da Trains & Tours.

Primeiro trem do trajeto: California Zephyr – Crédito: Divulgação

O itinerário dos sonhos

Um apaixonado por trens, Bernhard diz que a viagem de trem é diferente porque as férias começam quando o turista sobe no trem e não apenas quando chega ao destino. No caso dessa volta ao mundo, a aventura tem início dia 08 de setembro em Chicago. Para chegar do Brasil até a cidade dos Estados Unidos, o turista escolhe o itinerário e a companhia aérea que quiser, não faz parte do pacote, porém, depois da chegada ao destino inicial, hotéis, refeições, trens, trecho aéreo intercontinental e barco estão inclusos no roteiro.
Já em Chicago, o passageiro se hospeda no Sofitel Magnificent Mile e terá um jantar em um dos pontos mais badalados da cidade. No dia seguinte acontece o primeiro embarque de trem, será o tradicional California Zephyr, no qual a estadia é de uma noite e o desembarque será em Salt Lake City.

De Vancouver (foto), o passageiro vai de avião até Pequim, China – Crédito: Sylvia Barreto

De Salt Lake City, os passageiros pegarão um voo para Banff, Canadá. De Banff, farão o primeiro trecho do trem Rocky Mountaineer – Banff/Kamloops – e, depois, a parte final no Canadá indo de Kamloops para a bela cidade de Vancouver. Saindo da América de avião, o destino será Pequim, na China, em um voo da Air Canada.
Já na China, dias 18 e 19 de setembro será a vez de ficar no Trem Chinês. Ele é bem tradicional e segue os costumes chineses desde a decoração até a culinária. Uma ótima pedida para fazer uma imersão dos costumes do país. A cidade de desembarque será Erliam, na qual acontecerá o embarque em outro trem, o famoso Transiberiano.
De 19 a 29 de setembro, os passageiros irão parar em seis cidades distintas, dormindo em duas delas, até o desembarque em Moscou. De lá, mais um itinerário, dessa vez, a bordo do Trem Sapsan até São Petersburgo.
Após uma noite no hotel Crowne Plaza Ligovsky em São Petesburgo, o passageiro tem mais um embarque, será no Trem Allegro em um trajeto de apenas três horas e meia até a bela capital da Finlândia, Helsinque. Na cidade, a hospedagem será no hotel Lilla Roberts.

Uma das cabines do trem Transiberiano – Crédito: Divulgação

As viagens de trem acabam em Helsinque mesmo, da capital finlandesa o próximo embarque será em um barco, Ferry Tallink Silja Line, para passar uma noite e desembarcar em Estocolmo, na Suécia. A cidade é última do roteiro e a hospedagem por lá será hotel Sheraton até 05 de outubro, quando a Volta ao Mundo de Trem chega ao final.
Ao todo, o turista irá se hospedar em 12 hotéis ao longo do roteiro e todas as estadias estão inclusas. Serão sempre empreendimentos de luxo das redes Hilton, Hyatt, Crowne Plaza e Sheraton. No pacote, há, ainda, 71 refeições, seja nos trens ou em restaurantes das paradas. Passeios especiais, sempre com acompanhante que fala português, serão feitos em todos os destinos sem custos adicionais.
Claro, todo luxo, atenção e requinte têm um preço. O valor da viagem é de 27.900 euros por pessoa em acomodação dupla. Lembrando que nos trens que há pernoite só existem quartos para duas pessoas, sendo assim, por esse valor, não há a possibilidade de ficar sozinho em uma cabine.
Segundo o CEO Bernhard, nos trens não tem Wi-Fi. Ele até classifica isso como uma vantagem porque assim os passageiros se conhecem melhor. “Uma das magias da viagem de trem são as relações humanas, o contato que fazemos com pessoas que talvez não tivéssemos chance de conhecer em outras situações”, diz ele. E, se depender da Volta ao Mundo de Trem, os trilhos servirão não só para viajar, mas também para fazer novos amigos sobre eles.

Última parada: Estocolmo, Suécia – Crédito: Divulgação

Serviço
Volta ao Mundo de Trem – Trains & Tours
De 08 de setembro a 05 de outubro
Valor: 27.900 euros por pessoa em acomodação dupla
Site: www.voltaaomundodetrem.com.br
Telefone: (11) 4878 1085
Endereço: Av. Santo Amaro, 4644, Loja 05 – São Paulo (SP)

Banner 468x60

ENVIAR COMENTÁRIO

0 Comentários