Canadá facilita emissão de vistos para brasileiros

por:
1 de junho 2014

Em 2014, algumas mudanças foram feitas na emissão de vistos do Canadá para brasileiros e outra devem ainda devem mudar. Quem já tirou o visto para o país em anos anteriores, quando for tirar novamente, não precisa mais mostrar provas de recursos financeiros para a viagem ao país, como extratos bancários, por exemplo.

Os brasileiros que iam ao Canadá para turismo também podiam escolher entre o visto de entrada única ou entradas múltiplas e cada um tinha um valor. Atualmente, o visto é apenas de entradas múltiplas e custa R$ 210. “E agora o visto pode ter validade até expirar o passaporte da pessoa”, explicou Stéphane Larue, cônsul geral do Canadá em São Paulo.

Larue explica que, tendo o passaporte brasileiro validade de cinco anos, uma pessoa que acabou de emitir um passaporte e requer um visto para o Canadá, pode ter obter a permissão de entradas múltiplas por todo esse período. Mas, por exemplo, se faltar um ano para o passaporte expirar, o visto máximo será de um ano. Ou seja, na troca de passaporte, é necessário pedir um novo visto e realizar todo o procedimento novamente.

Novas regras para estudantes estrangeiros

O Canadá irá fazer uma mudança, ainda, no tipo de visto de estudantes estrangeiros (todos, não só do Brasil) no país. A partir de 1º de junho, o estrangeiro que buscar a aprovação do visto de estudo com direito a trabalho no Canadá precisará se matricular e frequentar cursos de graduação ou pós-graduação. As insituições de ensino de idiomas não estarão mais autorizadas a oferecer estes tipos de programa de intercâmbio. Ou seja, quem for fazer cursos de idioma não terá mais o visto que permite trabalho.

Portanto, quem já estiver inscrito em curso de idioma e pretende combinar com trabalho, deve pedir o visto antes da data mencionada. “Nós entendemos, assim como outros países, que a pessoa que apenas quer aprender um idioma deve apenas estudar para se aprimorar”, explicou Larue.

O cônsul também explicou que a partir de 01 de junho o país irá emitir uma lista de instituições autorizadas a receber matrículas de estrangeiros para cursos de graduação e pós-graduação. A intenção é que quando o estudante for optar por um curso ele tenha certeza que a empresa é séria e foi aprovada pelo governo. O estrangeiro terá que cumprir seu programa de estudo, que será fiscalizado. Ou seja, ele não pode apenas se matricular para conseguir a permissão de trabalho e não comparecer às aulas.

Brasileiros no Canadá

Em 2013, foram mais de 79 mil visitantes brasileiros no Canadá, direcionando US$ 160 milhões ao turismo local, aumento de 5,3% em relação ao ano anterior. Somada a última década, mais 300 mil turistas do Brasil tiveram a oportunidade de conhecer o país da América do Norte.

Devido ao número crescente de turistas brasileiros no local, a Comissão Canadense de Turismo tem aumentado sua presença nas redes sociais com perfis em português. O mais novo dele é o Instagram feito especialmente para o Brasil, o @ExploreOCanada, com informações e fotos do país.

Para informações atualizadas, leia o post no blog Viajar é Simples: https://viajaresimples.wordpress.com/2015/03/27/como-tirar-o-visto-de-turista-para-o-canada-sozinho/

ENVIAR COMENTÁRIO

0 Comentários